Antigamente diziam que a Profissão de professor era uma profissão de prestígio, que o professor tinha uma sala de aula homogênea, que o bom professor era um bom palestrante, que ele sabia ensinar “tudo a todos”, que ele era autoridade, que ele falava, os alunos obedeciam e que os alunos aprendiam....

Diziam que para ser professor era importante:

  • ser um estudioso do conteúdo específico que ia transmitir;
  • gostar de ser professor,
  • saber ensinar.

E a família não muito se envolvia no que acontecia na sala, professor era autoridade... dizia minha querida sogra que fora professora por mais de 30 anos, que toda família tradicional tinha uma filha professora e isso era um orgulho!!


Imagem obtida em: http://eefdrsteniodantas.blogspot.com/2008/10/voc-sabe-como-surgiu-o-dia-do-professor.html

Me lembro também da minha sala de aula da pré-escola e ensino fundamental, nos anos 80 e 90, da tia Terezinha, da tia Cris, da Ana Maria professora de Matemática, do André professor de história, todos eles chegavam “davam a aula”, ou seja, “passava o conteúdo na lousa”, a gente copiava, estudava e aí se não fosse bem na prova...


Imagem obtida em: https://www.geekie.com.br/blog/dono-do-conteudo-ou-mentor-qual-e-o-papel-do-educador-em-sala-de-aula/

Quando ingressei na faculdade de Psicologia, em 1999, muitos dos meus professores também davam aula assim, entravam na sala, apresentavam o conteúdo, muitas vezes, eu não entendia muitas coisas, quando acaba a aula eu ia para a biblioteca estudar, estudar, estudar.... ler, o que ele tinha deixado como referência ao final da aula. Não esqueço das aulas do professor Ari, era logo após o almoço, ele entrava na sala de aula, com um livro na mão, nós alunos sentados e enfileirados aguardávamos ele ler páginas e mais páginas do seu livro... foi assim que aprendi... saindo da aula e indo estudar na biblioteca, lendo os livros que meus professores liam para nós em sala de aula...rsrsrs

E então ESCOLHI SER PROFESSORA... fui fazer mestrado, doutorado, pedagogia, pós-doutorado, estudei, estudei e sempre gostei de estar na sala de aula....por muito tempo estive na sala de aula dando aula como meus professores me ensinaram...

E hoje??? E de uns tempos para cá? O que está acontecendo com a PROFISSÃO DE PROFESSOR???

Há algum tempo venho percebendo a intensidade das mudanças, uns dizem essas mudanças vieram com a democratização do ensino, todas as pessoas passaram a ter acesso a educação, não existe mais salas homogêneas (será que um dia existiu????), os alunos com necessidades educacionais especiais estão na sala de aula, as políticas de inclusão, que absurdo, como o professor vai dar conta disso!! Os alunos são indisciplinados...


Imagem obtida: http://www.proesc.com/blog/indisciplina-de-alunos-na-escola/

Nos dias de hoje, o professor tem que:

  • saber sobre o CONTEÚDO que vai ser ensinar;
  • desenvolver e utilizar diferentes habilidades interpessoais educativas para se CONECTAR com os estudantes;
  • usar metodologias ativas,
  • usar de sala de aula invertida,
  • inserir tecnologia na educação,
  • trabalhar por projetos,
  • saber fazer plano de ensino individualizado.

são muitas demandas...

E os estudantes? E o saber específico?

Ah .... os estudantes precisam ser protagonista, o saber está na rede, o saber está disponível e o professor e o aluno precisam estudar., estudar e estudar...

O professor não pode ser mais o palestrante, ele precisa orientar os estudantes, acompanhá-los na busca do conhecimento...



Imagem obtida: https://www.avantebrasil.com.br/sala-de-aula-invertida-se-torna-uma-opcao-para-professores-e-tutores/

Mas, o professor está cansado, está desanimado, o salário é muito baixo, as condições, muitas vezes, não são favoráveis, quem quer ser professor hoje????? Cadê o prestígio??? Que família tradicional quer que seu filho ou filha seja professor(a)????

A você que é professor exercito minha EMPATIA....

Tanto se fala em empatia nos dias de hoje, então vamos praticá-la...

RECONHEÇO o desânimo, o cansaço, a falta de perspectiva na profissão de professor estando junto com meus colegas e amigos professores...

Também sei que ser professor não é vocação, muito menos dom...

Afinal para ser professor em primeiro lugar tem que estudar muito, estudar não só o que você vai ensinar, mais muitas outras coisas e vocês sabem e fazem isso!!

Defendo que SER PROFESSOR é acreditar que não há outro caminho para melhorar nossa condição humana que não seja pela educação.

Educação não no sentido restrito da palavra que logo nos remete a escola, educação como um processo que ocorre ao longo da vida, em que eu me aproprio do saber e isso me faz ser e conviver de forma mais empoderada. Afinal, o conhecimento é Poder!

Educação que permite que eu seja quem eu sou hoje, que você seja quem você é hoje, não ignorando os determinantes sociais e econômicos, mas compreendendo-os e buscando caminhos quando estes estão muito desfavoráveis!!

Por isso, este texto é uma carta de uma professora que com orgulho de ter escolhido esta profissão, apoia a todos os professores que desejam e lutam por um espaço profissional de maior reconhecimento e melhores perspectivas para a PROFISSÃO DE PROFESSOR.

Continuemos juntos nesta jornada! Contem comigo.

@ser_educativo